A Honda comprou, cortou e destruiu um Ferrari 458 Italia para desenvolver o novo NSX

Por António Pereira em 13-08-2016 em Automóveis, Imprensa
1

Até onde é que a Honda esteve disposta a ir para desenvolver o novo Honda NSX?

Ao ponto de destruir um Ferrari 458 Italia em nome do desenvolvimento do seu novo desportivo.

Não foi só um Porsche 911 GT3 e um McLaren MP4-12C que a Honda adquiriu para comparar, desenvolver e retirar ensinamentos para aplicar no novo NSX. De acordo com vários sites internacionais citando fontes da marca, a Honda também adquiriu um Ferrari 458 Italia. À semelhança dos outros dois desportivos, também o exótico modelo italiano serviu de objeto de estudo para melhorar e acelerar o desenvolvimento do NSX.

A maior curiosidade dos engenheiros da Honda não residia no motor, nem sequer no esquema de suspensões. Residia em algo muito mais complexo: no chassis italiano. Fabricado com recurso a avançadas técnicas de manipulação do alumínio, o chassis do 458 foi sempre muito elogiado pela crítica, pelo seu feedback e precisão, até à chegada do 488 GTB. Recordamos-te que a Ferrari é dona de um vasto know-how na manipulação deste material.

Desenvolver um chassis rígido e ao mesmo tempo capaz de transmitir feedback ao condutor através de pontos de deformação controlada não é uma tarefa fácil, e a Honda apesar de ter dos melhores técnicos do mundo nesta área – muito por culpa do programa de desenvolvimento do departamento HRC que desenvolve motas de competição – ainda assim achou que podia aprender algo mais com o seu rival europeu. Daí que não estiveram com meias medidas e alegadamente cortaram um Ferrari 458 Italia aos bocados para análise de todas as secções em alumínio – mas não sem antes levarem a cabo alguns testes dinâmicos, claro…

Fonte: Razão Automóvel

Comentários

comentários

Acerca do Autor

António PereiraVer todas as publicações de António Pereira
Iniciou a sua carreira de perito avaliador / regulador de automóveis na MAPFRE, em 1994, desenvolvendo essa atividade em parceria com a industria seguradora, de forma rigorosa e exigente, até aos dias de hoje.

Receba as novidades por Email

Se encontrou algum conteúdo que lhe interessa, inscreva-se para receber um resumo mensal com todas as novidades.
Email
Nenhum dado será fornecido a terceiros