Escândalo leva Volkswagen a aproveitar peças para novo Golf

Por António Pereira em 26-10-2015 em Automóveis, Imprensa, Novidades
0

Custo de resolução nos problemas em veículos diesel vai levar também a empresa a travar a progressão de carreira dos seus gestores, avança revista alemã.

Os gestores da Volkswagen deverão ver a suas progressões de carreira congeladas no próximo ano como parte da solução de poupanças para fazer frente a mais de 30 mil milhões de euros que deverá custar a resolução do escândalo de manipulação de emissões nos veículos diesel da marca alemã.

De acordo com a Reuters, que cita a revista alemã Manager Magazin, a empresa está também a tentar utilizar o máximo de peças possível na nova geração do modelo Golf, uma forma de poupar centenas de milhões de euros, refere a revista citando fontes da Volkswagen.

Apesar dos 6,5 mil milhões de euros já provisionados nas contas neste trimestre para fazer face às anomalias deliberadamente introduzidas nos motores dos automóveis, a revista conta que a responsabilidade financeira da companhia com este caso possa ascender a 30 mil milhões de euros.

Na quarta-feira a empresa mostra contas e os analistas citados pela Bloomberg esperam que as perdas operacionais do terceiro trimestre ascendam a 3,5 mil milhões de euros, graças a este caso.

fonte do artigo: http://bit.ly/1N0qCe4

Comentários

comentários

Acerca do Autor

António PereiraVer todas as publicações de António Pereira
Iniciou a sua carreira de perito avaliador / regulador de automóveis na MAPFRE, em 1994, desenvolvendo essa atividade em parceria com a industria seguradora, de forma rigorosa e exigente, até aos dias de hoje.

Receba as novidades por Email

Se encontrou algum conteúdo que lhe interessa, inscreva-se para receber um resumo mensal com todas as novidades.
Email
Nenhum dado será fornecido a terceiros