Como saber se já perdeu pontos na sua carta de condução

Desde Junho de 2016, que a Carta de Condução funciona por pontos, por isso deve estar atento para descobrir se já perdeu pontos ou se é um “aluno exemplar”.

 
Desde que o novo sistema de Carta por Pontos foi aprovado, todos os condutores ficaram com 12 pontos afetos à sua Carta de Condução. Esta espécie de saldo está sujeito a retiradas, em caso de infrações: por contraordenação ao Código de Estrada, por conduzir sob influência de álcool ou de substâncias psicotrópicas; ou no caso de processo crime. Quando se atinge o patamar dos quatro pontos, é exigido que o titular da Carta frequente uma ação de formação de segurança rodoviária; no caso de apenas restarem dois pontos dos 12 iniciais, é exigida uma prova teórica do exame de condução; a ausência total de pontos corresponde à cassação do título de condução.

1. Registe-se no Portal de Contraordenações

O primeiro passo que qualquer condutor deve fazer é registar-se no Portal de Contraordenações da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR). O sistema congrega toda e qualquer informação relativa ao titular da Carta de Condução, sendo possível consultar multas, penas e número de pontos que restam.

Para concretizar o registo é necessário preencher um formulário, ao qual pode aceder aqui. Há três tipos de utilizadores que o podem fazer: Pessoas Singulares, Pessoas Coletivas e Mandatários, sendo que as informações obrigatórias variam de acordo com o selecionado. Caso se trate de uma Pessoa Singular, será necessário informar:

nome completo;
número de identificação fiscal;
tipo de título de condução;
país emissor;
número do título de condução;
morada completa;
identificação pessoal (Cartão de Cidadão, Passaporte ou Bilhete de Identidade);
e-mail.
Há ainda a possibilidade de efetuar o registo com o Cartão de Cidadão, mas para tal será necessário possuir um leitor de cartão e ter os certificados necessários instalados no computador. Se for esse o caso, bastará autorizar a partilha de dados, preencher o formulário, e enviar a carta de condução (ou a licença de condução) em formato PDF.

2. Aceder ao sistema

Uma morada de endereço eletrónico válida é extremamente importante pois será através desta que o sistema validará o pedido de registo, enviando-lhe uma mensagem com um link para definir a senha de acesso. A password poderá, porém, ser alterada. Para tal, basta que o utilizador efetue login e selecione a opção “Alterar Dados” (atenção às regras: a senha de acesso, entre 8 e 12 carateres, deverá incluir letras maiúsculas e minúsculas, bem como números).

A partir do momento em que se tem acesso ao Portal de Contraordenações Rodoviárias também se poderá consultar o cadastro pessoal que reúne uma série de informações, nomeadamente se está em vias de frequentar ações de formação. No entanto, sublinhe-se que apenas as infrações sujeitas à retirada de pontos se encontram neste portal. Delitos menores não surgirão listados.

3. Quem o deve fazer

Casa roubada, trancas à porta. O provérbio aplica-se na perfeição a quem ache que o registo no Portal de Contraordenações da ANSR é apenas indicado a quem tem um comportamento menos correto ao volante. Mas, isso não é verdade. Primeiro, porque mesmo sem saber, e fruto de uma mera distração, um radar pode ter registado um condutor exemplar em excesso de velocidade. E, depois, porque é também no Portal de Contraordenações que é possível saber se é “um aluno de quadro de honra”, ficando consciente do momento em que conseguir atingir os 15 pontos.

Fonte do artigo

Comentários

comentários

Acerca do Autor

António PereiraVer todas as publicações de António Pereira
Iniciou a sua carreira de perito avaliador / regulador de automóveis na MAPFRE, em 1994, desenvolvendo essa atividade em parceria com a industria seguradora, de forma rigorosa e exigente, até aos dias de hoje.

0 Comentários

Deixar um comentário

Deixe uma Mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Receba as novidades por Email

Se encontrou algum conteúdo que lhe interessa, inscreva-se para receber um resumo mensal com todas as novidades.
Email
Dou o meu consentimento?
Nenhum dado será fornecido a terceiros